Despertar Mangekyou Sharingan

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Despertar Mangekyou Sharingan

Mensagem por Mawete em Sab Dez 12, 2015 11:17 pm

(Caso você não tenha acompanhado esta história do começo, ela conta a história de quando Mawete foi fazer uma missão em uma pequena aldeia que estava sendo atacada por algo esquisito, nessa aldeia ele descobre o amor de sua vida Debu e sua mãe, May, que morreu no último capítulo, além de descobrir que quem anda atacando o lugar é uma tal de Organização 41)
May estava morta nos braços de Mawete, que não havia sido capaz de protegê-la, muito menos de ganhar aquela batalha para as pessoas que viviam lá, todas aquelas pessoas que haviam confiado em Mawete haviam trocado o semblante de confiança nele por um de medo, e principalmente de tristeza, pois a matriarca do vilarejo havia acabado de morrer, Debu não conteve o choro e saiu correndo, provavelmente em direção ao seu quarto, o pior de tudo, é que May havia morrido tentando não só defender a aldeia, mas também Mawete, ela realmente acreditava nele, e ele havia decepcionado ela, Mawete abaixa sua cabeça e começa a chorar também, não havia nada que pudesse ser explicado ali, May estava morta, e não havia nada que ninguém pudesse fazer, os habitantes do local se retiraram do lugar e Mawete fez o mesmo, ele se retirou para seu quarto, pois o enterro de May seria no dia seguinte.
Ao chegar no quarto que dividia com Debu, Mawete encontra ele chorando, completamente desolada, e apesar de sentir que aquilo em partes era culpa sua, Mawete tentou consola-la, ele sentou-se ao seu lado e começou a dizer coisas que nem mesmo ele acreditava, tudo para confortar Debu, que ouvia tudo e mais do que isso, ela acreditava em tudo, os olhos chorosos dela partiam o coração de Mawete, e a lembrança do beijo que ela havia o dado antes da batalha partia seu coração mais ainda, ao terminar de falar tudo que tinha para tentar consola-la, Mawete fica quieto e começa a encarar Debu, que não dizia uma palavra, ela estava mais confortável, mas ainda assim estava paralisada demais para falar, os dois se encararam por alguns segundos, Mawete chegou a imaginar a cena de outro beijo, mas desta vez nada ocorreu, uma hora ela se virou e foi dormir, o Uchiha também foi até sua cama, com o coração partido e a consciência pesada.
A manhã havia chegado, o dia estava nublado como era costuma no local e várias pessoas estavam reunidas em volta do lugar aonde May seria enterrada, todas as pessoas choravam muito, principalmente Debu, que deveria dar um discurso sobre sua mãe, mas o choque era tão grande, que tudo que ela podia dizer era que amava ela, aquela cena partia cada vez mais o coração de Mawete, que percebeu que a menina usava o colar que sua mãe havia lhe dado, ela segurava ele com muita força toda vez que olhava para ela sendo enterrada, toda aquela situação só deixou um pensamento na mente de Mawete, que ele deveria derrotar a organização 41 a todo custo, mesmo que isso custasse a sua vida, aquela pensamento martelava sua cabeça desde a noite anterior, e toda aquela cena só fez com que o menino ficasse mais motivado, ele iria fazer isso de um jeito ou de outro.
O enterro havia terminado e os habitantes do local haviam se reunido para decidir o que eles fariam, a primeira decisão formada é que um líder do local só seria decidido mais tarde, a segunda decisão tomada era de que nenhum dos habitantes iriam lutar mais, ele apenas iriam aceitar ser submissos contra aquela organização, mesmo não fazendo ideia do que eles queria, Mawete ouvia tudo que estava sendo decidido, mas ele não mudava sua ideia, ele iria destruir a organização nem que fosse sozinho, pois ele jamais permitiria que aquela população se rendesse à aqueles maus tratos, mais do que isso, ele não deixaria que Debu achasse que a morte de sua mãe havia si do em vão, após a reunião, os habitantes do local vieram falar com o Uchiha, dizendo que não havia mais motivo para ele ficar ali, pois eles não iriam mais lutar, e Mawete disse que ele iria ficar e iria lutar, mesmo que fosse sozinho, todos acharam loucura, mas acabaram aceitando, afinal, eles não tinham nada a perder, talvez aquele menino fosse um lampejo de esperança, após a reunião, todos se retiraram a seus dormitórios, pois não haveria trabalho naquele dia em respeito a morte de May.
Todos haviam ido descansar, menos Micael, que ficou treinando sem parar, o seu treino era praticamente em vão, pois era impossível alguém chegar no nível daqueles caras treinando apenas um dia, mas aquilo não importava para ele, ele estava cego pelo ódio e pela determinação em se vingar deles, ele não iria descansar enquanto não cumprisse seu objetivo, por isso ele permaneceu treinando até o fim do dia.
O horário em que os ninjas costumavam chegar estava chegando, mas uma nova pergunta permanecia na cabeça de Mawete, o que será que eles queriam? Aquilo permanecia um mistério para todos, mas ao mesmo tempo, ninguém havia tentado perguntar, e a estratégia de Micael havia mudado aquele dia, ele iria perguntar para os membros da organização qual era o objetivo deles, e conseguiria uma resposta, custe o que custar.
O horário chegou e já era possível ouvir a destruição vindo de fora, casas sendo destruídas, animais morrendo, havia chegado a hora de Mawete enfrentar cara a cara aqueles demônios de capa, ele se dirigia até o local aonde eles estavam, quando foi interrompido por Debu, que deu um forte abraço nele e o beijou, ela disse que não importava o que havia acontecido no dia anterior, ela ainda acreditava nele, aquilo mexeu com Mawete, que foi ainda mais motivado até o campo de batalha, e ao chegar lá, ele se deparou com a situação de ser um contra 41 ninjas, mas esmo assim, ele perguntou sem medo o que aqueles homens queriam ali, a pergunta aparentemente havia surpreendido os inimigos, que incrivelmente entregaram uma resposta à Mawete, eles queriam um objeto, algo que daria a eles força eterna, e eles não descansariam enquanto não achassem, e eles tinham certeza que estava naquele local, um objeto? o que poderia ser? Aquilo confundiu um pouco Mawete, mas ele logo chegou em uma resposta, os inimigos com certeza estavam atrás do colar que May havia dado a Debu, mas ele simplesmente não poderia entregar o colar à aqueles ninjas, não faria sentido dar a caras tão maus poder eterno, Mawete não iria se acovardar dessa maneira, então ele apenas mentiu, dizendo que não havia nada ali, o que obviamente não adiantou e os inimigos da Organização 41 começaram a atacar, aquilo era uma batalha de um contra quarenta e um, mas Mawete não poderia recuar, então ele ativa e seu sharingan, a batalha durou três ou quatros horas e Mawete estava erdendo feio, se continuasse naquele ritmo, ele provavelmente iria morrer, o líder da organização andou até Ezreal e o elogiou, dizendo que nunca havia visto alguém lutar com tanta força de vontade, e disse também que era um pena alguém com tanto talento morrer daquela maneira, o homem estava prestes a dar o golpe final em Mawete, quando algo o interrompeu, um grito abafado vindo da casa havia chamado a atenção dele, era Debu, ele estava com o colar em mãos, e pretendia entregar ao homem em troca de sossego, Mawete não acreditava no que estava vendo, ele não podia permitir algo assim acontecer, com o resto de sua forças ele levanta novamente e diz a Debu para recuar, que ele tomaria conta da batalha, mas todos sabiam que aquilo era uma grande mentira, Mawete não tinha forças para combater a organização, ele mal tinha forças para ficar de pé, mas mesmo assim ele estava de pé e pronto para defender Debu, obviamente que aquilo era em vão, pois o líder da organização apenas deu um empurrão em Mawete, que foi novamente ao chão, Debu então foi até o líder para entregar o colar, o sorriso no rosto do líder da organização dava nojo em Mawete, pois era um sorriso diabólico, ele sabia que aquilo não acabaria ali, ou pelo menos era o que parecia.
Debu estava entregando o colar, quando foi rendida pelo líder, aquela reviravolta parecia absurda, pois o líder já tinha o colar, o que mais ele queria? Mais poder, dizia ele, ele percebeu que Debu era importante demais para Mawete e rendeu ela, fazendo uma proposta, Mawete deveria dar seus olhos se quisesse ter Debu de volta, pois aqueles olhos também interessava a organização, Mawete ficou em choque, ele teria de perder sua visão se quisesse ter Debu de volta, apesar de exitar em primeiro momento, ele acabou concordando, pois o amor que tinha por Debu era grande demais, ele se aproximou do homem para fazer a troca, e logo foi rendido por um dos membros da organização, lágrimas tomavam conta de seus olhos, ele sabia que aquilo poderia ser o fim de sua carreira como ninja, mas valeria a pena para ter Debu em seus braços, mas algo aconteceu que quebrou a promessa feita, o líder da organização percebeu que Mawete estava completamente rendido e pegou sua espada, Mawete imaginou que ele fosse apenas roubar a espada, mas não, ele fez algo muito pior, ele virou para Debu e acertou-lhe um golpe no peito, fazendo com que Debu caísse a beira da morte perto de Mawete, que estava completamente perplexo, Debu olhou para Mawete, sorriu e disse que todos os momentos com ele haviam valido a pena, após isso, ela deu toda a energia vital que lhe restava com a técnica Kishõ Tensei, que passa toda a energia vital do usuário para um alvo, após usar a técnica, Mawete estava completamente recuperado, mas Debu havia morrido em seus pés, o amor de sua vida estava deitada completamente sem vida, algo aconteceu com Mawete, seus olhos mudaram, ele sentiu um ódio incontrolável e uma força incrível, seus olhos haviam evoluído, eles haviam se tornado a forma magistral do sharingan, o Mangekyou Sharingan, aquela transformação assustou os membros da organização, e eles ficaram assustados com razão, depois que seus olhos mudaram, e abastecido com a energia vital da pessoa que ele mais amou no mundo, ele se solta do ninja que o rendia e começa um massacre, ele mata um a um, com requintes de crueldade, os 41 ninjas da Organização 41, apenas um, o líder, o homem que havia matado o amor de sua vida na sua frente, Mawete chora um pouco, antes de matar o líder decepando seus membros e deixando que ele morra de hemorragia, para que ele tivesse a morte mais dolorosa e devagar possível, após a batalha, Ezreal sentiu uma forte dor no olho, e desmaiou ao lado de seu amor morto, com os olhos cheios de lágrimas.
A manhã havia chegado e os habitantes do local encontraram a cena do massacre da noite anterior, os quarenta e um ninjas da Organização 41 mortos, não só isso, eles também avistaram Debu morta e Mawete desmaiado com lágrimas nos olhos do seu lado, todos os ninjas do local imediatamente começaram a chorar, tanto de tristeza pelo morte de Debu, quanto de felicidade pelos membros da Organização 41 estarem mortos, Mawete acorda em meio a aquele tumulto, e é aplaudido pelas pessoas de lá, mas aplausos não melhoravam seu humor, ele estava completamente mudado, a morte de Debu havia impactado ele como nada havia antes, ele estava em choque.
O enterro ocorreu no final do dia, Mawete fez um discurso apaixonado por sua falecida amada, e enterrou o tão valioso colar junto com ela, para que ninguém mais pudesse o usar, a cerimonia terminou em muito choro, principalmente da parte de Mawete, que fez questão de enterrar sua amada por conta própria.
Havia chegado o dia de partir, Mawete arrumava suas coisas antes de sair, e estava levando consigo um anel que Debu costumava usar, na cabeça do Uchiha, aquilo seria a aliança eterna deles, ela estaria sempre ao seu lado, não importa a situação, ao ir até o portão do lugar, Mawete estava se despedindo dos habitantes quando eles fizeram uma proposta a ele, eles queriam que Mawete ficasse e fosse o patriarca do lugar, Mawete agradeceu, mas disse que ainda tinha muitas coisas que ele devia fazer, e além disso, ele não conseguiria ficar naquele lugar sabendo que Debu e May haviam morrido ali, era necessário a sua partida, após se despedir de todos, Mawete toma a estrada, em meio a aplausos, mas aqueles aplausos não faziam efeito em sua mente, agora ele era um novo homem, e possuía novos olhos.
Doujutsu Aprendido:

Mangekyou Sharingan
(Olho Giratório Copiador Caleidoscópico)
Usuário: Uchiha Madara/Tobi, Uchiha Izuna, Uchiha Itachi, Hatake Kakashi e Uchiha Sasuke.
Rank: S
Nota: Esse é o 4º nível do Sharingan
Jutsus que se Executa: Tsukuyomi, Amaterasu, Kamui, Susano'o, Doujutsu • Kyokujitsu
Descrição: Uma forma mais avançado do Sharingan, que só é conseguido, segundo Uchiha Itachi, matando seu amigo mais próximo (no caso de Uchiha Madara e Uchiha Izuna o Mangekyou Sharingan foi conseguido através do árduo treinamento), mas essa sentença tem por significado se desapegar emocionalmente de qualquer laço. O Mangekyou Sharingan é o nível no qual o Shinobi (Ninja) pode usar seus melhores Jutsus com um simples cruzar de olhos, não dando chance do inimigo escapar. Nesse nível especial do Sharingan alguns jutsus são desenvolvidos,porém tamanho poder também traz uma consequência por seu uso prolongado, a cegueira, ou seja, quanto mais o membro do Clã Uchiha utilizar-se de seu Mangekyou Sharingan, mais perto da cegueira total ele estará. Uchiha Sasuke só pôde despertar esse nível do Sharingan após ter sido libertado do Juin e ter descoberto a verdade sobre seu irmão, que ele era na verdade uma pessoa boa e que o amava. Após a morte de Uchiha Itachi, Uchiha Sasuke despertou o Mangekyou Sharingan.
avatar
Mawete
Raikage

Mensagens : 6
Yens : 0
Data de inscrição : 09/12/2015
Idade : 18

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum